Arquivo Público de Paracatu recebe pesquisadores da Universidade Federal de Uberlândia

Por Carlos Lima (*)

Produção de conhecimento sobre a história da educação no período republicano é o motivo da vinda a Paracatu do Professor de História da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Wenceslau Neto (55 anos) e da sua equipe de três alunas bolsistas do curso de história daquela instituição de ensino superior.

O grupo chegou à cidade nesta segunda-feira (4) e veio direto para o Arquivo Público Municipal com o objetivo de conhecer a estrutura da instituição, que possui 222 metros lineares de documentos dispostos em cinco salas, e realizar o levantamento preliminar para iniciar a “investigação” em meio às informações disponíveis nos acervos.

De acordo com o Professor Wenceslau, o seu projeto de pesquisa tem por objetivo o estudo da história da educação no período compreendido entre 1892 e 1910, e para isto tem o apoio da FAPEMIG (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais) e do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), que subsidiam o trabalho com a disponibilização de bolsas de iniciação científica para estudantes de graduação, como é o caso das alunas que o acompanham.

O veio de toda essa incursão aos acervos do Arquivo Público de Paracatu deu-se nos manuscritos do Fundo Câmara Municipal (séries Atas, Contratos, Leis e Decretos, Escola) e do Fundo Igreja (Subfundo Irmandades), e também nos jornais antigos de Paracatu (1898-1911), além de outras fontes. A coleta de informações consistiu principalmente em fotografar os itens documentais selecionados e referenciá-los, para a posterior transcrição dos trechos essenciais ao trabalho.

Ainda segundo Neto, ele e a sua equipe já visitaram Arquivos de outras cidades de Minas Gerais para a consecução da pesquisa e o próximo destino é Diamantina, localizada a 298 Km de Belo Horizonte. O Professor afirmou ainda que os frutos desse estudo dar-se-ão sob a forma de publicações científicas a serem apresentadas em congressos e outros eventos do gênero.

(*) Carlos Lima é graduado em Arquivologia pela Universidade Federal da Bahia e é Coordenador do Arquivo Público Municipal de Paracatu

Anúncios

Uma resposta

  1. Lana Melo Franco Santiago | Responder

    É um privilégio para todos nós da cultura e principalmente para vocês do Arquivo Público receber pessoas, em especial este grupo da universidade de Uberlândia, que continua na busca do saber ampliando o estudo da história da educação em vários períodos. Continuo parabenizando-o pelo seu trabalho em prol do nosso arquivo. Que Deus lhe abençoe sempre…
    Carinhosamente, Lana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: