Estudantes descobrem matemática e história por meio dos documentos

Por Carlos Lima (*)

Este slideshow necessita de JavaScript.

O que a matemática tem a ver com arquivo? Foi em busca de respostas para esta equação que alunas do 1º ano do ensino médio da Escola Estadual Dr. Virgílio de Melo Franco (Colégio Polivalente) visitaram o Arquivo Público de Paracatu, nesta terça-feira (09).

Incumbidas de levantar informações sobre os aspectos matemáticos inerentes à evolução histórica e econômica da cidade, as estudantes identificaram nos documentos do acervo, entre outras preciosidades, registros sobre a moeda corrente nos tempos do Arraial de São Luiz e Sant’Ana das Minas do Paracatu e Vila de Paracatu do Príncipe, o Réis (que vigorou até 1942), uma prestação de contas do município datada de 1931 e assinada pelo primeiro Prefeito de Paracatu, o Coronel Quintino Vargas, além de outros documentos que destacavam as atividades econômicas predominantes ao longo do tempo, como a mineração, a criação de gado, o cultivo de cana-de-açúcar e, mais recentemente, o plantio de grãos, a presença das destilarias e o crescimento do setor educacional.

Com o objetivo de associar os conceitos do patrimônio documental ao patrimônio ambiental, proferiu-se uma palestra sobre os mecanismos de gerenciamento de informações arquivísticas e o programa de responsabilidade sócio-ambiental do Arquivo Público, em que os servidores e os visitantes da instituição são orientados sobre práticas ecologicamente corretas e, ao mesmo tempo, são incentivados a preservarem o meio ambiente através da mudança de hábitos com atitudes que não agridam à natureza.

O encerramento da visita técnica foi marcado com a distribuição de livros, portas-lixo e o sorteio de uma ecobolsa, bolsa de tecido que dispensa o uso de sacolas plásticas (altamente poluidoras do meio ambiente) durante as compras no comércio. A turma visitante foi orientada a visitar o Arquivo Público pela Profa. Eliete Silva e os dados da visitação poderão ser apreciados em exposição que será realizada pelo Colégio Polivalente neste mês.

Clique na imagem abaixo, para ampliar e ler o trecho do contrato de construção do Mercado Municipal, no ano de 1901.

 

 

 

 

 

(*) Carlos Lima é graduado em Arquivologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBa), é consultor em organização de arquivos e memória empresarial e exerce o cargo de Coordenador do Arquivo Público Municipal de Paracatu.

Atenção! Caso queira publicar esta matéria, cite o autor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: