Monografia cita Arquivo Público de Paracatu como instituição ecologicamente correta

Por: Carlos Lima (*)

Marisete Queiroz: Monografia da estudante cita o Arquivo Público Municipal como órgão público participante da política do 3R'S (reduzir, reutilizar e reciclar)

Seleção do lixo, reaproveitamento de materiais, reciclagem e economia de energia são alguns dos conceitos adotados pelo Arquivo Público de Paracatu e que despertaram na estudante de Administração de Empresas, Marisete Queiroz, 41 anos, o interesse em escrever sua monografia sobre reciclagem, reutilização e redução, os chamados 3R’S empregados na Gestão Ambiental.

Ao tomar como ponto de partida o Programa de Responsabilidade Sócio-Ambiental do Arquivo Público, a aluna do 8º Período da Faculdade Tecsoma decidiu ir além ao abordar o tema não só na respectiva instituição arquivística, mas em todo o órgão que a compreende, no caso, a Fundação Municipal Casa de Cultura (FMCC), entidade pertencente à Prefeitura de Paracatu. Assim, foi realizada uma entrevista com servidores da Casa de Cultura, do Arquivo, da Biblioteca e do Museu Histórico, em que se levantaram números sobre hábitos, costumes, interesse e conhecimento referentes às práticas ecologicamente corretas.

A pesquisa pautou-se, principalmente, em constatar ou não a viabilidade da (FMCC) como órgão público capaz de difundir, em meio as suas atividades, a prática do 3R’S, uma vez que a entidade é bastante freqüentada pela população e por turistas e também é espaço de manifestação cultural, características que facilitam a agregação de valores relacionados à preservação do meio ambiente.

Entre as citações feitas na monografia sobre o Arquivo Público, destacam-se as palestras sobre os 3R’S, o desenvolvimento de produtos e equipamentos a partir de material reciclável e o estímulo ao uso de ecobolsa (bolsa ecologicamente correta) entre servidores e visitantes da instituição.

Professores Osnir, Marcos e Guilherme (da esquerda para a direita) compuseram a banca examinadora do curso de Administração da Faculdade Tecsoma

De acordo com a futura Administradora de Empresas, Marisete Queiroz, o seu trabalho de conclusão de curso (TCC) visa também a ampliação do uso do 3R’S por toda a Casa de Cultura e também para os demais órgãos dos Poderes Executivo e Legislativo municipais, que ao disseminarem práticas e atitudes ecologicamente corretos, estarão estimulando à comunidade a contribuírem com a conservação do planeta.

A monografia da discente Marisete Queiroz intitulou-se A Política dos 3R’S como forma de Desenvolvimento Socioambiental: Um Estudo de caso na Fundação Municipal Casa de Cultura de Paracatu-MG e foi apresentada na sexta-feira (03), na Faculdade Tecsoma, em Paracatu.

(*) Carlos Lima é graduado em Arquivologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBa), é consultor em organização de arquivos e memória empresarial e exerce o cargo de Coordenador do Arquivo Público Municipal de Paracatu.

Atenção! Caso queira publicar esta matéria, cite o autor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: