A escola vai ao Arquivo

Por: Carlos Lima (*)

Alunos da Escola Cacilda Caetano observam demonstração de restauro de documento. Foto: Cristiane Andrade/APMOMG/Abr. 2011

O fascínio da criançada e dos adolescentes pelos objetos que procuram remetê-los a um passado distante, curioso e que denuncia as transformações provocadas, principalmente, pelas ações humanas, é algo que vem se tornando constante em Paracatu.

Prova disso é que, nos meses de abril e maio o Arquivo Público Municipal,

Alunos do Dom Elizeu tiram dúvidas com o Auxiliar Valtiére. Foto: Cristiane Andrade/APMOMG

órgão responsável pela custódia, preservação e divulgação da memória documental de Paracatu, recebeu quase 150 alunos do 3º, 6º e 7º anos, procedentes de duas instituições de ensino locais, a Escola Municipal Cacilda Caetano e o Colégio Dom Elizeu.

As visitas guiadas realizadas com os alunos e seus professores percorreram os acervos da instituição, permitiram a visualização dos tipos documentais conservados no local, como processos do Fórum, fotografias da cidade, livros e manuscritos, além de possibilitarem uma noção sobre os procedimentos de higienização e restauro de documentos históricos.

Alunos da Escola Cacilda Caetano atentos ao manuscrito e às explicações do arquivista Carlos. Foto: Cristiane Andrade/APMOMG/Abr. 2011

Em meio a tantos documentos, caixas-arquivo e outras peças que retratam um tempo longínquo, a história de Paracatu era transmitida aos alunos através dos servidores do Arquivo Público Municipal, que de tanto lidarem com os registros da época, muito conhecem sobre aquelas informações.

Turmas do Colégio Dom Elizeu no pátio do Arquivo Público Municipal. Foto: Cristiane Andrade/APMOMG

Além do trabalho de educação patrimonial desenvolvido pelo Arquivo Público com os estudantes, uma contribuição para com o meio ambiente tem sido estimulada durante as visitações por meio de mini-palestras sobre educação ambiental e sorteio de brindes ecologicamente corretos.

Aluno sorteado faz pose com sua bolsa ecologicamente correta. Foto: Maria José/APMOMG/Abr. 2011

O Arquivo Público Municipal fica próximo à Delegacia de Polícia Civil e é aberto a toda a comunidade, mas as visitas em grupo devem ser agendadas previamente pelo telefone (38) 3671-5236 ou através do site paracatumemoria.wordpress.com

(*) Carlos Lima é graduado em Arquivologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBa), é consultor em organização de arquivos e memória empresarial e exerce o cargo de Coordenador do Arquivo Público Municipal de Paracatu.

Atenção! Caso queira publicar esta matéria, cite o autor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: