Vereadores aprovam criação de Arquivo Público em Ipojuca, no interior de Pernambuco

O arquivamento de documentos oficiais municipais é imprescindível para o apoio à administração, à cultura, ao desenvolvimento científico e ao levantamento de provas e informações

Por: Câmara Municipal(*)

Vilarejo de Porto de Galinhas: Onde está uma das mais belas praias de Ipojuca. Foto: freimason.blogspot.com

Ipojuca (PE) – De autoria do vereador Romero Sales, a lei que institui a criação do Arquivo Público Municipal de Ipojuca, cidade a 57 Km da capital pernambucana, foi aprovada nesta terça-feira (16/08), na Câmara de Ipojuca. O Arquivo Público, que carrega o nome do Frei Venâncio Willeke, está diretamente subordinado ao Gabinete do Prefeito. Dentre as atribuições do órgão estão a gestão integral dos documentos do município; o provimento de acesso às informações e arquivos no âmbito da administração pública municipal; a guarda definitiva e a preservação de documentos de valor permanente.

O arquivamento de documentos oficiais municipais é imprescindível para o apoio à administração, à cultura, ao desenvolvimento científico e ao levantamento de provas e informações. Além disso, o material serve de base para pesquisas históricas e outras. O Arquivo Público Municipal deve cuidar também da gestão eletrônica de documentos, sistemas de informação e sistema de arquivos. Também faz parte das atribuições do órgão a realização de projetos de ação educativa, cultural, de preservação e divulgação do patrimônio documental, visando à recuperação da memória coletiva do município. O órgão pode, ainda, estender a custódia dos documentos de origem privada, considerados de interesse público e social.

A estrutura do Arquivo Público Municipal está dividida em Coordenação do Sistema Municipal de Arquivos; Arquivo Histórico ou Permanente; Arquivo Geral ou Intermediário; Serviço de Ação Educativa e Cultural; Serviço de Apoio Administrativo. Já o Sistema Municipal de Arquivos, criado pela mesma lei, vai ser composto pelo órgão central (Arquivo Público Municipal) e pelos órgãos setoriais (arquivos dos órgãos da Administração Municipal).

Ao colocar o nome de Frei Venâncio Willeke no Arquivo Público Municipal, o vereador Romero Sales quis homenagear um homem comprometido com a história do município. Músico, escritor e historiador, Frei Venâncio foi o primeiro a resgatar a história de Ipojuca através dos velhos arquivos existentes no Convento de Santo Antônio. Em 1938, o Frei publicou o Resumo Histórico do Convento de Santo Antônio e do Santuário do Senhor Santo Cristo de Ipojuca. Ele foi o primeiro a ter contato com os arquivos do convento compilando-os naquilo que se tornou a primeira publicação oficial sobre o município do Ipojuca. Este é o marco inicial de toda a História de nosso município, afirmou Romero.

(*) Fonte: Câmara Municipal de Ipojuca-PE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: