Arquivo Público de Campos dos Goytacases, no Rio de Janeiro, restaura documentos do Liceu de Humanidades

Por: Jualmir Delfino/Prefeitura de Campos dos Goytacases (*)

Arquivo Público Municipal Waldir Pinto, em Campos dos Goytacases, no Rio de Janeiro. Foto: J. Pimentel/2011

Campos dos Goytacases (RJ) -29/11/2011 – Técnicos do Aquivo Público Municipal trabalham na recuperação de diversos documentos históricos do Liceu de Humanidades de Campos, que se encontram danificados por insetos ou pela ação do tempo, e que foram prejudicados por exemplo pelo acondicionamento em locais inadequados ou por exposição à umidade. Na noite desta sexta-feira (25) foi realizada a solenidade de abertura da Exposição de fotos “Patrimônio Escolar/Patrimônio da Cidade”, cujas cópias de fotos e documentos ampliados integram o acervo que vem sendo catalogado pela professora Silvia Matinez, da Uenf, tendo em vista que a Universidade Estadual do Norte Fluminense trabalha em parceria com o Arquivo Público Municipal na recuperação do acervo. A exposição fica nos saguão de entrada até dezembro, e integra a programação dos 131 anos do colégio.

Laboratório de Restauro de documentos no Arquivo Público de Campos. Foto: J.Pimentel/2011

O diretor do Arquivo Público, Carlos Roberto Bastos e a pesquisadora Rafaela Machado que integra a equipe que trabalha na recuperação de livros de registro e jornais de épocas remotas, que durante décadas foram órgãos oficiais de publicação do Liceu, também prestigiaram a solenidade. O evento foi animado com cantos do Coral Solar do Liceu, sob a coordenação da professora e maestrina Jocinea Ferreira, e contou também com a presença de  ex-liceístas que se tornaram personalidades de expressão, como o desembargador José da Motta Filho, professor Hévio Santafé, o poeta e historiador Vilmar Rangel, dentre outros. Eles destacaram a importância da recuperação dos documentos antigos do Solar Barão da Lagoa Dourada, construído em 1860, e que está com vários setores do solar comprometido pelo cumpim e por infiltrações, inclusive o salão nobre, onde atuaram grandes vultos da história de Campos e do Brasil.

“Já recuperamos três livros de registros do Liceu do início do século XX, que relata histórico de pessoas da vida da cidade entre 1900 e 1918. Estamos muito empenhados neste trabalho de recuperação de toda documentação antiga do Liceu de Humanidades de Campos porque ela representa parte da história do município. Preserva a memória desta instituição que é emblemática, porque aqui sempre foi um Centro para formação de pessoas da Elite pensante da cidade, onde muitos se projetaram, com realizações importantes para esta terra, para o estado e para o páis, com suas idéias e outras realizações, como o desembargador José da  Motta, o governador Garotinho, ilustres jornalistas, médicos, dentre tantos outros profissionais que se destacam em outras regiões”, observou o professor Carlos Roberto Bastos, diretor do Arquivo Público Municipal.

(*) Postado por Thábata Ferreira originalmente em 26/11/2011

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: