Insegurança predomina na cidade e Paracatu torna-se a 3ª mais violenta de Minas Gerais

Estas e outras manchetes no seu Jornal O Movimento Edição 484 de Dezembro de 2015, o seu jornal necessário

O_Movimento_capa_dez_2015

Fonte: Jornal O Movimento / Dezembro 2015

Visite e aprecie a Expô Natalina na Casa de Cultura de Paracatu

Por: Carlos Lima

convite_Expo_Natalina_Casa_de_Cultura_de_Paracatu

Serviço: Fundação Municipal Casa de Cultura de Paracatu

Local: Rua do Ávila, S/Nº, Núcleo Histórico de Paracatu, Minas Gerais

Horário: De segunda à sexta-feira, das 8h00 às 18h00

Sábados e Domingos, das 9h00 às 15h00

Informações: Tel.: (38)3671-4797

Acervo Escritor Oliveira Mello: Um presente histórico e cultural para o povo de Paracatu

Por: Carlos Lima (*)

Acervo bibliográfico, iconográfico e documental do Fundo Oliveira Mello, adquirido pela Prefeitura Municipal de Paracatu em Outubro de 2015. Foto: Carlos Lima /Nov. 2015. Acervo Arquivo Púbico de Paracatu

Acervo bibliográfico, iconográfico e documental do Fundo Oliveira Mello, adquirido pela Prefeitura Municipal de Paracatu em Outubro de 2015. Foto: Carlos Lima /Nov. 2015. Acervo Arquivo Púbico de Paracatu

Paracatu-MG (24/11/2015) – Um investimento na prospecção da memória e da cultura do povo do Noroeste das Minas Gerais deu-se com a aquisição do precioso acervo bibliográfico, iconográfico e documental do Professor e Escritor paracatuense Antônio de Oliveira Mello, de 78 anos de idade.

Fruto de um extenso e minucioso trabalho de recolhimento e análise de diferentes tipos de documentos, Oliveira Mello, como é mais conhecido, reuniu ao longo dos seus mais de 50 anos de produção literária (seu primeiro livro foi Paracatu Perante a História, publicado em 1960), dezenas de milhares de títulos e registros que formariam, sob a ótica arquivística, uma verdadeira e bem costurada colcha de retalhos sobre o passado e o presente de Paracatu e região. Sim! O escritor retrata em seus textos, alguns deles abundantemente ilustrados com fotografias, as transformações sofridas por estes sertões.

As fontes de pesquisa, brava e reconhecidamente adquiridas pela municipalidade de Paracatu pela cifra de 59 mil reais, já com impostos, são de uma relevância imensurável para subsidiarem os estudos e pesquisas empreendidos pelo público frequentador do Arquivo Público Olímpio Michael Gonzaga, órgão que passou a custodiar oficialmente, desde ontem (23), a massa documental e bibliográfica em questão.

O escritor Oliveira Mello ao lado do arquivista Carlos Lima em visita ao Arquivo Público de Paracatu. Out. 2015. Foto: Acervo do Arquivo Público de Paracatu

O escritor Oliveira Mello ao lado do arquivista Carlos Lima em visita ao Arquivo Público de Paracatu. Out. 2015. Foto: Acervo do Arquivo Público de Paracatu

Entre os itens disponíveis para a consulta, estão fotografias dos séculos XX e XXI, jornais desde o ano de 1895, 17 caixas com correspondências, rascunhos e outros documentos, a coleção completa dos livros do próprio transmitente do acervo (54 publicações), outros que se referem à cidade de Paracatu, periódicos sobre a trajetória do Ex-Ministro do Supremo Tribunal Federal e também filho desta terra, Joaquim Barbosa e livros de outros autores paracatuenses.

O acervo do Professor e escritor Oliveira Mello já fora, há alguns anos, objeto de interesse de uma das faculdades particulares da cidade, entretanto sem que houvesse de fato uma negociação concreta quanto à aquisição. Por parte da Prefeitura de Paracatu as tratativas para compra do acervo iniciaram em junho de 2014 e somente foram concluídas com êxito em outubro deste ano, com o recebimento do acervo na cidade vizinha de Patos de Minas, onde reside o transmitente.

Inauguração

Inauguração do Acervo Fundo Oliveira Mello. Presidente da Câmara João Arcanjo, Secretário de Cultura Isac Arruda e a Presidente da Casa de Cultura Graciele Mendes abrem oficialmente a sala do novo acervo. Foto: Carlos Lima / Nov. 2015 Acervo Arquivo Púbico de Paracatu

Inauguração do Acervo Fundo Oliveira Mello. Presidente da Câmara João Arcanjo, Secretário de Cultura Isac Arruda e a Presidente da Casa de Cultura Graciele Mendes abrem oficialmente a sala do novo acervo. Foto: Carlos Lima / Nov. 2015 Acervo Arquivo Púbico de Paracatu

O evento de inauguração da sala destinada a abrigar o acervo do Escritor Oliveira Mello, foi promovido pela Fundação Municipal Casa de Cultura, órgão gestor do Arquivo Público, e aconteceu na manhã desta segunda-feira (23), de forma que contou com amplo público, com a participação da Diretora da respectiva Fundação, Graciele Mendes de Souza, do Secretário Municipal de Cultura, Isac Costa Arruda, do Presidente da Câmara Municipal de Paracatu, João Arcanjo (Joãozinho Chapuleta), do Vereador Professor Hamilton, também acompanhado de seus alunos da Escola Estadual Delano Brochado, além da imprensa local e visitantes.

(*) Carlos Lima é graduado em Arquivologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBa), é Pós-Graduado em Oracle, Java e Gerência de Projetos, é consultor em organização de arquivos e memória empresarial e exerce a função de Arquivista do Arquivo Público Municipal de Paracatu.

Atenção! Caso queira publicar esta matéria, cite o autor. Casa utilize as imagens, cite o fotógrafo e o acervo a que pertencem.

Outras imagens:

Márcia_Mello_organizando_o_Acervo_do_Fundo_Oliveira_Mello_Out_2015_Foto_Carlos_Lima_Acervo_do_Arquivo_Público_de_ParacatuCristiane_conferindo_o_Acervo_do_Fundo_Oliveira_Mello_Out_2015_Foto_Carlos_Lima_Acervo_do_Arquivo_Público_de_ParacatuAlunos_Delano_Brochado_inauguração_Acervo_do_Fundo_Oliveira_Mello_Nov_2015_Foto_Carlos_Lima_Acervo_do_Arquivo_Público_de_ParacatuPúblico_presente_inauguração_da_sala_Acervo_do_Fundo_Oliveira_Mello_Nov_2015_Foto_Carlos_Lima_Acervo_do_Arquivo_Público_de_ParacatuCatálogo_do_Acervo_do_Fundo_Oliveira_Mello_Nov_2015_Foto_Carlos_Lima_Acervo_do_Arquivo_Público_de_ParacatuO_artista_Ronaldo_Rabelo_doou_quadro_da_família_ao_Arquivo_Público_de_Paracatu_Foto_Carlos_Lima_Nov_2015_Acervo_APMOMGAutoridades_Presente_na_Inauguração_Acervo_do_Fundo_Oliveira_Mello_Nov_2015_Foto_Carlos_Lima_Acervo_do_Arquivo_Público_de_ParacatuO_arquivista_Carlos_conferindo_o_Acervo_do_Fundo_Oliveira_Mello_Out_2015_Foto_Carlos_Lima_Acervo_do_Arquivo_Público_de_Paracatu

Serviço:

Arquivo Público Municipal Olímpio Michael Gonzaga

Rua Temístocles Rocha – 249 – Núcleo Histórico – Próximo à Delegacia Civil – Paracatu-MG

Horário de Funcionamento: 8h00  às 12h00  e das 14h00 às 18h00

Tel.: (38)3671-5236

Inauguração do acervo recém adquirido do escritor paracatuense Antônio de Oliveira Mello

Inauguração_do_Acervo_de_Oliveira_Mello_23_11_2015

Fonte: Fundação Municipal Casa de Cultura  – Tel.: (38)3671-4797

Local do evento: Arquivo Público Municipal de Paracatu – Rua Temístocles Rocha – 249 – Núcleo Histórico de Paracatu, próximo à Delegacia Civil. 

Paracatu completa 217 anos e problemas como violência, trânsito ruim e caos da saúde pública encabeçam a lista de reclamações dos munícipes

Estas e outras manchetes no seu Jornal O Movimento Edição 483 de Novembro de 2015, o seu jornal necessário

O_Movimento_capa_Nov_2015

Fonte: Jornal O Movimento / Novembro 2015

Luta em prol dos direitos dos quilombolas e contra o câncer em Paracatu leva mulheres a serem perseguidas e a deixarem o município

Estas e outras manchetes no seu Jornal O Movimento Edição 482 de Outubro de 2015, o seu jornal necessário

O_Movimento_482_Capa_Out_2015

Fonte: Jornal O Movimento / Outubro 2015

Fóruns Regionais de Governo acontecem em Paracatu e a principal reivindicação é por Hospital Regional para o Noroeste de Minas

Estas e outras manchetes no seu Jornal O Movimento Edição 481 de Setembro de 2015, o seu jornal necessário

 

O_Movimento_481_capa_Set_2015

Fonte: Fonte: Jornal O Movimento / Setembro 2015

 

O nosso passado, a quem interessa?

Por: Iara Garcia Miranda (*)

Estagiária_Iara_Garcia_restaura_manuscrito_no_Arquivo_Público_de_Paracatu_Foto_Acervo_Pessoal_Set_2015_logo

A estagiária Iara Garcia restaura um documento de 1923 da Justiça Comum da Comarca de Paracatu, Minas Gerais, no Arquivo Público Municipal. Foto: Acervo Pessoal / Set. 2015

Paracatu-MG (25/09/2015) – A definição da palavra passado de acordo com o dicionário Aurélio é: antiquado, obsoleto. Mas será que tal definição está correta?

Num mundo tão moderno e tecnológico como o que estamos vivendo, as pessoas tem cada vez mais ignorado o seu pretérito. Um erro primário. São os nossos conhecimentos e aprendizados sobre este que determinam as nossas escolhas e suas possíveis consequências para o futuro.

Nessa corrida evolucionista, lugares como arquivos públicos perdem seu espaço. A desvalorização dos profissionais da área é cada vez mais crescente e visível. Ainda que busquemos aprimorar nossas tecnologias, não devemos jamais nos esquecer do nosso passado, pois nele está nossa história e nossas raízes. Tudo que nos cerca, possui história.

Tal desvalorização parte de nossos próprios governantes, que não priorizam verbas para órgãos direcionados à preservação da memória; como podemos esperar que uma sociedade reconheça o valor de tais locais se nossos líderes não o fazem?

E nessa luta solitária e inglória, me lembro de Freud: “Quanto menos alguém sabe sobre o passado e o presente, mais inseguro será o seu juízo sobre o futuro”.

(*) Iara Garcia Miranda é licenciada em História pela Universidade Federal de Ouro Preto e é estagiária no Arquivo Público Municipal de Paracatu – MG

Atenção! Caso queira publicar esta matéria, cite a autora. Casa utilize as imagens, cite o fotógrafo e o acervo Arquivo Público de Paracatu-MG.

Exposição de orquídeas e móveis rústicos acontece na Casa de Cultura de Paracatu

Por: Carlos Lima 

convite Expo Orquídeas e Móveis Rústicos

 

Outras informações: (38)3671-4797 – Fundação Municipal Casa de Cultura de Paracatu – MG 

Concurso fotográfico sobre a bacia hidrográfica do Rio Paracatu

Por: Carlos Lima (Arquivista)

BANNER CONCURSO RIO PARACATU CBH

 

Informações e inscrições: http://www.cbhparacatu.com.br/

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 28 outros seguidores